Tristeza sem fim

Sonia Racy

03 de dezembro de 2013 | 01h08

Dos relatórios escritos ontem sobre a Petrobrás, chama a atenção um – contendo 14 páginas – feito pelo Credit Suisse no exterior. Traduz ali, passo por passo, a decepção com o andar da carruagem na empresa. Principalmente no que se refere ao fato de a estatal não ter adotado fórmula clara para reajuste de preços dos combustíveis.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: