Triste, a situação

Sonia Racy

26 de dezembro de 2015 | 03h05

Players do mercado de ações contabilizam o tamanho do estrago nos últimos anos. Fizeram contas e descobriram que no ano de 2008, no auge a crise da Lehman Brothers, as ações da Vale no exterior (Adrs) despencaram para US$ 9,00. 

Já as da Petrobrás valiam, na crise mundial, o que então era considerado “pouquíssimo”, média de US$ 15,00.

Hoje os papéis da Vale valem US$ 3,00 e os da Petrobrás, US$ 4,00.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: