Triiim 1

Redação

04 de setembro de 2008 | 14h28

Na briga dos celulares, a Oi foi contra a portabilidade dos números. Tão contra que liderou a assinatura de lista de empresas que pedia o adiamento do processo deflagrado pela Anatel.

Única a não assinar: a Claro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.