Tricolor on fire

Sonia Racy

21 de agosto de 2013 | 01h04

Principal voz de oposição a Juvenal Juvêncio dentro do São Paulo, Marco Aurélio Cunha abriu mão, ontem, da cabeça de chapa na disputa pela presidência do clube. Preferiu apoiar Kalil Rocha Abdalla– que entregou sua carta de renúncia ao cargo de diretor jurídico.

Cunha será o vice-presidente de futebol na chapa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.