Moro na Justiça pode repetir trajetória de Alexandre de Moraes

Sonia Racy

01 Novembro 2018 | 01h05

SÉRGIO MORO

SÉRGIO MORO. FOTO: SEBASTIÃO MOREIRA/EFE

A ida de Sergio Moro para o governo Bolsonaro, para ocupar, se não entrar nenhuma pedra no meio do caminho, um superampliado Ministério da Justiça – o blog da coluna adiantou ontem que o juiz vai aceitar o convite hoje de manhã, depois de conversa com Bolsonaro e o general Mourão, no Rio –, pode repetir trajetória parecida com a de Alexandre de Moraes.

Que foi para a Justiça no governo Temer e, depois, ao STF.

Como fica a Lava Jato?

Se não houver surpresas e Moro trocar da fato Curitiba por Brasília, o que fará o Tribunal de Justiça do Paraná? Terá que lançar edital para que juízes do Estado concorram à sua vaga.

O critério de escolha é o de… antiguidade.

O “novo Moro” tocaria a Lava Jato até o fim. Até esse próximo juiz entrar, quem fica cuidando da operação é a substituta Gabriela Hardt. Conhecida por ser mais mão pesada que o Moro…

Leia mais notas da coluna:
+ Moro vai aceitar o Ministério da Justiça ampliado
STF julga hoje pedido de deputado-presidiário