Tragédia 2

Sonia Racy

13 de janeiro de 2011 | 23h08

A Procuradoria Geral do Município do Rio está em luto desde anteontem. O telefone do gabinete do procurador-geral tocou no fim da tarde e, do outro lado da linha, Regis Fichtner, secretário da Casa Civil, trazia más notícias.

A filha de uma procuradora, que passava férias em Teresópolis, não sobreviveu às enchentes que assolam a região serrana do Rio de Janeiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: