Tour de force

Sonia Racy

30 de março de 2014 | 01h03

O Itamaraty montará força-tarefa para a Copa. O ministério vai deslocar grupo de diplomatas para cada uma das 12 cidades-sede – a ser instalado no núcleo de segurança do Mundial.

Missão? Fazer a intermediação entre turistas estrangeiros, seus consulados e as autoridades brasileiras em caso de qualquer problema.

 

Tour de force 2

Como o Brasil – por suas dimensões continentais – não tem bases consulares em muitas das sedes do evento, esses funcionários serão o único meio de os estrangeiros obterem informações e auxílio se precisarem contatar seus países.

A presença dos diplomatas será essencial também para o cerimonial, caso algum chefe de Estado queira assistir aos jogos ou visitar pontos turísticos do País.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.