Torneira fechada

Sonia Racy

25 de fevereiro de 2015 | 01h08

O TCE suspendeu, em decisão liminar, licitação da Prefeitura de Mauá para uma PPP que pretende investir R$ 153 milhões na distribuição de água da cidade. O conselheiro Sidney Beraldo acatou representação da Sabesp e de outras quatro empresas.

Beraldo alega que a prefeitura não comprovou a viabilidade da PPP. A Sabesp sustentou necessidade de “uma solução integrada para a região” e mencionou dívida R$ 1,7 bilhões de Mauá com a estatal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: