Toma lá…

Sonia Racy

14 de setembro de 2011 | 23h07

Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, anteontem, Saulo de Castro, secretário de Transportes, brincou com a fama de papagaio de pirata de Orlando Morando: “Pô, Orlando, dessa vez você não conseguiu ficar atrás da Dilma e do governador”. O líder do PSDB na assembleia retrucou, mas os termos ficam para uma próxima.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: