Tolerância

Sonia Racy

28 de outubro de 2015 | 00h20

Eduardo Suplicy decidiu não processar quem o agrediu verbalmente sábado, na Livraria Cultura. Pelo contrário, o secretário de Haddad quer abrir um debate sobre tolerância e democracia na própria livraria.

Com o OK do dono, Pedro Herz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.