‘Todas as casas de eventos de Porto Seguro estarão liberadas para fazer o réveillon’, afirma prefeito eleito em meio à Covid-19

Sonia Racy

19 de novembro de 2020 | 20h15

O governador da Bahia, Rui Costa. Foto: Wilton Junio/Estadão

O prefeito eleito de Porto Seguro, Jânio Natal, do PL, afirmou em vídeo que circula nas redes sociais que na madrugada do dia 1 de janeiro vai baixar um decreto autorizando festas de fim de ano em meio à Covid-19. O político disse: “A cerimônia de posse nossa será possivelmente a zero hora e um minuto. Vou baixar um decreto e a partir de uma hora da manhã e todas as casas de eventos de Porto Seguro estarão liberadas para fazer o réveillon.”

Isso mesmo com o governador da Bahia, Rui Costa, proibindo patuscadas com aglomerações em todo o estado por causa da crise da covid-19 por meio de decreto.

Já a atual prefeita de Porto Seguro, Cláudia Costa, do PSD, permitiu folias mas com no máximo 60% da capacidade dos espaços. Os resorts e produtores de eventos estão agendando as festas. Parte dos moradores da região apoia porque o turismo no fim do ano no Sul da Bahia é importante fonte de renda. No entanto, atores e personalidades têm alertado sobre as graves consequências que aglomerações em meio à pandemia podem ter para os povoados da Bahia.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: