TJ- SP autoriza registro de criança com dois pais, além da mãe

TJ- SP autoriza registro de criança com dois pais, além da mãe

Sonia Racy

27 de agosto de 2021 | 00h50

Tribunal de Justiça de São Paulo. Foto: TJSP

O TJ-SP determinou a alteração no registro de nascimento de um menino de quatro anos para que conste o nome de…dois pais. A mãe e o pai biológico tinham terminado o relacionamento quando ela descobriu estar grávida. Depois, a mãe começou a namorar, o bebê nasceu e o novo parceiro o registrou.

A defensora pública Carolina Lot da Silva Nunes conta o embasamento do pedido: o menino poderá ser herdeiro dos dois e pleitear pensão alimentícia de ambos.  O sobrenome do menino, porém, se restringirá ao do pai biológico.

 Mulheres à frente

Cresceu a contratação de mulheres para posições de CFO no País, no primeiro semestre de 2021. O levantamento, feito pela Russell Reynolds, mostrou que contratações femininas chegaram a 50% dos candidatos selecionados pelos clientes da consultoria.

Mundialmente, a presença feminina é de 31%.

 Diversity 

Para ter mais alunos de origens diferenciadas, a escola britânica St. Paul’s criou um fundo patrimonial para bancar 10% de bolsistas no Senior Program, equivalente ao Ensino Fundamental II e ao  Ensino Médio. Pelos próximos cinco anos.

Começa o fundo com recursos próprios e recorrerá também à contribuição de pais de alunos e ex-alunos.

Presentão

 A primeira doação da imensa e diversificada coleção Ivani e Jorge Yunes, organizada por Beatriz Yunes, foi para o Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. São 1300 peças exclusivamente de arte africana.  

 A partir da curadoria dessa parte do acervo, feita por Renato Araújo, a exposição África será apresentada ao público. No museu paranaense, dia 30. 

 Outro lado 

 Conhecido pelas intervenções digitais em fotografias de paisagens urbanas, PV Dias, mostrará, em sua primeira exposição individual, o cotidiano da sua família, na casa de sua mãe em Marechal Hermes, no Rio – onde mora desde o início da pandemia.

Segundo ele, a ideia da série Festa Silenciosa, não é tratar diretamente do tema covid-19, mas falar de como as festas foram afetadas e “transformadas em silêncio”. A partir do dia 4 de setembro, na galeria Simone Cadinelli.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.