TJ-SP aprova primeira recuperação judicial de empresa envolvida no escândalo da Petrobrás

Sonia Racy

20 Janeiro 2015 | 18h38

Por decisão do juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, da Segunda Vara de Falências, acaba de sair sentença do Tribunal de Justiça de São Paulo permitindo o primeiro “processamento da recuperação judicial” de uma empresa envolvida nas denúncias da Operação Lava jato, da Polícia Federal.

Trata-se da Alumini Engenharia S/A, que passará a ser administrada judicialmente pela consultoria Deloitte Touche Tohmatsu.