Agora é para baixo

Redação

06 de novembro de 2008 | 18h55

A Ata do Copom, divulgada nesta quinta-feira, explicando a decisão do Banco Central de manter a taxa de juros no mesmo patamar semana passada, foi bastante clara: a concessão de crédito pode pior antes de melhorar. Apesar disto, os integrantes do BC ainda enxergam uma economia aquecida, prevendo que o consumo dependerá cada vez mais da evolução dos salários por aqui.
Em resumo, analisando com atenção o conteúdo da ata, a dedução mais imediata é de que os juros brasileiros podem começar a cair na reunião do Copom de dezembro.
A variável chave, no entanto, será o monitoramento do descompasso entre oferta e demanda.
SR

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.