De mim distante

Redação

19 de setembro de 2008 | 07h32

Certos de que os investimentos da Petrobrás no gás boliviano tinham, sim, risco político, Lula e Dilma Rousseff decidiram montar um plano de contingência em abril de 2006. De lá para cá, pouco foi feito.

E o setor produtivo – que depende do gás – entrou agora em pânico.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.