Tiros de baixo para cima

Redação

05 de setembro de 2008 | 13h44

Além de uma guerra com o General Jorge Félix, Nelson Jobim vai ter outras batalhas nas entranhas do próprio Ministério da Defesa.

A primeira, sobre casos de nepotismo. Sem poder nomear oficialmente, há denúncias de que funcionários estariam usando contratos terceirizados para incluir filhos, cônjuges, sobrinhos e sabe-se-lá o que mais.

A segunda, sobre a aprovação do plano de cargos e sálários da pasta, que emperrou. O troco dos insatisfeitos seria pedir abertura de investigação para verificar “problemas” em licitações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.