Tipo vírus

Sonia Racy

15 de maio de 2016 | 01h10

Quando foi anunciada a presença de Joaquim Barbosa na plateia da palestra que Mário Vargas Llosa deu para o instituto Palavras Abertas, no Insper, anteontem à noite, em São Paulo, explodiram palmas.

O ex-presidente do STF se levantou e aproveitou o fato de o escritor ter acabado de discorrer sobre a espetacularização da cultura, fenômeno atual que transforma muitas manifestações culturais em simples entretenimento, passando longe de atividades que formem cidadãos críticos, para fazer uma colocação:

“A política igualmente trilha este mesmo caminho, sem debates sérios – só a base de espetáculos.”