Tipo exportação

Sonia Racy

01 de dezembro de 2012 | 01h09

Ao procurar informações sobre a Comunidade Europeia, José Roberto Mendonça de Barros se deparou com estudo do governo finlandês para criar uma espécie de URV. E, assim, sair do euro.

Indagado se a “deserção” será factível sem afetar profundamente a CE, o economista ponderou: “Pode sair do euro, sem grandes marolas, quem é credor e economicamente pequeno”.

Para justificar seu raciocínio, o fundador da MB Associados fez um paralelo com o jogo de pôquer. “Quem está ganhando muito ou perdendo muito precisa ficar na mesa. Já o que está ali, ganhando só um pouco, consegue ir embora sem que alguém reclame”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.