Thomas Troigros inclui ingredientes nordestinos no novo cardápio do Olympe

Thomas Troigros inclui ingredientes nordestinos no novo cardápio do Olympe

Sonia Racy

17 de setembro de 2017 | 00h45

O novo cardápio do Olympe, de Thomas Troigros, vai ganhar ares mais brasileiros e, especificamente, mais nordestinos. As descobertas foram proporcionadas pela Michelin, que convidou o chef para ser embaixador do Programa Ouro Verde Bahia. Na cidade de Igrapiúna, a duas horas de Ilhéus, ele fez descobertas como o Coco verde de piaçava, cravo no pé e rambutã (a fruta rosa “prima” da lichia). “É incrível conhecer um lugar como esse, fico impressionado com a nossa biodiversidade e com tudo que vem da nossa terra.”, explica. Além de experimentar, o chef também conheceu a história dos futuros ingredientes de seu restaurante. “A carne do coco verde de Piaçava, que é bem fibrosa, era usada pelos escravos. Ela era ralada e eles faziam uma espécie de mingau, que muitas vezes era seu único alimento durante dias”, diz

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: