Terra da garoa

Sonia Racy

15 de novembro de 2010 | 23h06

Robson Andrade, novo dirigente da CNI, dará continuidade ao trabalho de seu antecessor de fortalecer a entidade. Decidiu a transferência do tradicional Encontro Nacional da Indústria, evento que reúne quase 1500 lideranças empresarias do País. E pela primeira vez na história da confederação, São Paulo – e não Brasília-, sediará o debate, no dia 2 de dezembro. “A partir da capital paulista, disseminaremos oportunidades de negócio pelo Brasil inteiro”, revela.

Não deve bater de frente com Paulo Skaf, da Fiesp.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: