Tentando agilizar

Sonia Racy

21 de dezembro de 2010 | 23h10

Com a decisão de Lula em deixar para Dilma a indicação do substituto de Eros Grau no STF, Cezar Peluso, presidente, toma atitude inédita. Todos os processos que estavam sob responsabilidade de Grau podem seguir para mãos de outro membro da Corte.

Se assim requisitarem os respectivos advogados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: