Tempo, tempo..

Sonia Racy

03 de agosto de 2012 | 01h07

Nem bem começou e já se está discutindo uma das fases mais complexas do julgamento do mensalão. Imaginem onze ministros do STF julgando 38 réus que somam 98 acusações. Serão 1.078 sentenças.

Código Penal em mãos, os ministros usarão a chamada dosimetria – “a dose do remédio”, nas palavras de um dos magistrados – para calcular as penas dos que forem condenados. “Não é brincadeira, mas estamos preparados”, ponderou à coluna Luiz Fux. “Só receio que o plenário vire uma feira livre”, emendou o sempre polêmico Marco Aurélio Mello.

Tempo 2

Para memorizar os personagens do escândalo, o revisor do processo, Ricardo Lewandowski, instalou até uma lousa em seu gabinete com os nomes de todos os réus, agrupados de acordo com as acusações do Ministério Público. “É cacoete de professor”, declarou.

Seu voto é dos mais esperados.