Teleguiados

Redação

05 de janeiro de 2010 | 10h31

Empresas estrangeiras de aviões não pilotados, usados pela polícia para vigilância, tentam fechar negócios no Brasil a mil por hora.

É que duas empresas nacionais estão com modelos prontos para lançar na praça.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.