Telegramas resistem à era digital no País

Sonia Racy

06 Janeiro 2019 | 00h50

Com a explosão das novas tecnologias digitais, o telegrama sentiu o golpe… mas ainda resiste bravamente. Entre janeiro e outubro passados foram expedidas no País 13 milhões de mensagens por esse meio, ante 11 milhões em 2016 e 14 milhões em 2017.

Em grande parte, isso é garantido pelo “mercado” judiciário: ele tem mensagens urgentes que impõem algumas condições legais só possíveis com a comunicação formal.

Leia mais notas da coluna:
PT se organiza para formar bloco com PSB no Senado
Sá Leitão passa ao sucessor contas da Lei Rouanet já checadas