Tela quente

Sonia Racy

17 de fevereiro de 2011 | 23h09

Transparente, mas nem tanto. Criado para dar mais transparência a atos da Câmara Municipal por meio de transmissões pela web, o projeto não inclui reuniões da Corregedoria.

Marco Aurélio Cunha, corregedor do município, justifica: “Não vamos transformar a Corregedoria no Programa do Ratinho. Nada contra ele que, aliás, é meu amigão”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.