Taxa de ocupação dos leitos de UTI de hospitais públicos na Grande São Paulo caiu 25,3%

Sonia Racy

26 de julho de 2020 | 00h55

É publico o fato que o índice de internados com covid-19 em hospitais privados, como o Sírio-Libanês e Einstein, está declinando. Só não é melhor, segundo se apurou, por conta da internação de pacientes ‘importados’ de outros estados brasileiros.

E os hospitais públicos? Guiando-se por dados oficiais, o coronavírus perde força tanto na Grande São Paulo bem como no Estado. A taxa de ocupação dos leitos de UTI na GSP caiu 25,3% no comparativo entre 21 de maio (89,6%) e 21 de julho (64,3%).

Em todo Estado, por sua vez, a melhora é bastante menor: redução de 6,4% no mesmo período: saiu de 73% de ocupação para 66,6%.

O HC da USP, que reservou integralmente o Instituto Central para atender casos de covid-19, informa que já teve quase 100% de seus 300 leitos de UTI ocupados simultaneamente.

Hoje são 180 pacientes em terapia intensiva.

O Hospital de Campanha do Ibirapuera? Chegou a cuidar de mais de 200 pessoas internadas simultaneamente, locadas entre seus 268 leitos. E hoje se limita a 124 pacientes infectados, recebendo, inclusive, pessoas das regiões de Campinas e Piracicaba.

O Hospital Emílio Ribas, por sua vez, permanece com média de ocupação de… 95% na pandemia.

Bloco da paulista

As sete instituições que formam a Paulista Cultural – MASP, IMS Paulista, Itaú Cultural, Sesc Avenida Paulista, Japan House, Casa das Rosas e Centro Cultural Fiesp – têm se encontrado com regularidade para desenhar um retorno articulado e com protocolos comuns, deste que é um dos maiores corredores culturais do país.

Na quinta, se reuniram com Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura do Estado de SP, para conversar sobre essa ação.

Para pequenos

A HarperCollins vai lançar no Brasil o selo HarperKids em uma parceria com a Leiturinha, maior clube de assinaturas do País. O lançamento oficial do selo será em agosto, e as obras terão a curadoria da Leiturinha, feita a partir do catálogo internacional da Harper Collins Publishers.

Todo tempo

Izabella Camargo – que precisou tirar o pé do acelerador e pisar no freio ao ser diagnosticada com a síndrome de burnout – escreveu Dá um tempo!, que será lançado em agosto pela Principium.

O livro reúne percepções sobre o assunto de mais de cem entrevistados, como Fernanda Montenegro, Padre Fábio de Melo e Nelson Motta, entre outros.

Realocados

Toda equipe do Buffet França, que fechou durante a pandemia, foi contratada por Anna e Manoela Zarzur, do Espaço Wood. O chef Fabian Queiroz Soares e mais 15 funcionários tinham 30 anos de casa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: