Também tem nervos

Redação

15 de junho de 2009 | 06h00

Acabou a lua-de-mel entre a Osesp e o maestro Tortelier: na sua estada em maio houve um incidente durante um dos ensaios. O maestro, como 99% deles, chegou a gritar com a orquestra e um músico do sopro respondeu, também gritando.

Tortelier abandonou a sala. Voltou no dia seguinte, mas o clima dentro da orquestra já não era o mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: