Tá legal?

Sonia Racy

28 de fevereiro de 2015 | 01h08

Mais um abacaxi para Dilma descascar. Coalizão formada por cerca de 30 entidades afetadas pelo contrabando no País vai lhe pedir ações urgentes – especialmente na fronteira com o Paraguai.

Os líderes da iniciativa, capitaneada por ETCO e FNCP, apresentarão já neste começo de março agenda com as principais reivindicações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: