Sussexo

Sonia Racy

21 Junho 2011 | 23h13

Ao que tudo indica, esta será a melhor semana gay de São Paulo. Caio Carvalho, da SPTuris, se prepara para a movimentação de 3 milhões de pessoas, sendo 400 mil de fora da cidade. “A comemoração não se restringe mais à parada”, avisa.
Hoje, o evento é o primeiro da cidade em número de frequentadores. E o segundo em termos de faturamento, perdendo para a Fórmula 1, que gira R$ 250 milhões durante a semana acontece a corrida. Já movimento criado pelo LGBT, em sua 15ª edição, traz a metade disso.