Suspense

Sonia Racy

08 de agosto de 2014 | 01h08

De forma geral, os acionistas controladores de Oi e PT querem aprovar a fusão das empresas na assembleia do dia 8 de setembro. Vão manter os novos contornos acertados entre as partes em julho.

Temem, entretanto, que ações irracionais de acionistas minoritários, raivosos com as fraudes do Grupo Espirito Santo, atrapalhem a conclusão do negócio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.