Suspense

Sonia Racy

13 de dezembro de 2010 | 17h07

Tudo indica que a Petrobrás não pode, neste momento, prescindir da liderança de José Sérgio Gabrielli. Dilma, no entanto, pelo que se apurou, ainda não conversou com o presidente da estatal. Seu time justifica: ela o fará depois que acabar de pensar na composição ministerial.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: