Sugerir, ofende?

Sonia Racy

02 de maio de 2013 | 01h02

Uma medida que poderia ser um balde de água fria no indesejável embate entre o Congresso e o STF: o próprio Supremo colocar em seu regimento que qualquer medida relativa a projeto aprovado pelo Legislativo deve ser tomada pelo plenário.

A sugestão é de um renomado jurista de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.