STJ nega pedido de Ciro para suspender indenização a Collor

STJ nega pedido de Ciro para suspender indenização a Collor

Sonia Racy

26 Junho 2018 | 07h00

CIRO GOMES

CIRO GOMES. FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

O STJ negou pedido do Ciro Gomes para suspender pagamento de indenização a Fernando Collor por ofendas ditas em 1999. Na época, ele teria dito que  Collor era um “playboy safado” e “cheirador de cocaína”.

Ciro foi inicialmente condenado a pagar R$ 100 mil pela primeira instância e o TJSP reduziu a indenização para R$ 60 mil. Fernando Collor pediu depósito de R$ 301 mil ao requerer a execução provisória da condenação.

No processo, o ex-governador do Ceará afirmou que não houve dano moral a ser indenizado no caso, já que teria atuado dentro do exercício do direito de crítica ao adversário político, algo inerente ao processo eleitoral.