STJ nega pedido de Ciro para suspender indenização a Collor

STJ nega pedido de Ciro para suspender indenização a Collor

Sonia Racy

26 de junho de 2018 | 07h00

CIRO GOMES

CIRO GOMES. FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

O STJ negou pedido do Ciro Gomes para suspender pagamento de indenização a Fernando Collor por ofendas ditas em 1999. Na época, ele teria dito que  Collor era um “playboy safado” e “cheirador de cocaína”.

Ciro foi inicialmente condenado a pagar R$ 100 mil pela primeira instância e o TJSP reduziu a indenização para R$ 60 mil. Fernando Collor pediu depósito de R$ 301 mil ao requerer a execução provisória da condenação.

No processo, o ex-governador do Ceará afirmou que não houve dano moral a ser indenizado no caso, já que teria atuado dentro do exercício do direito de crítica ao adversário político, algo inerente ao processo eleitoral.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: