STJ é a instituição mais confiável para os brasileiros, aponta pesquisa da FGV Rio

Sonia Racy

04 de julho de 2020 | 00h40

Pesquisa sobre a imagem do Poder Judiciário brasileiro – montada pela FGV Rio e debatida na fundação há 10 dias –, traz números curiosos. Exemplo? Levantaram que na liderança das instituições em que os brasileiros mais confiam no País está o… STJ (44%). Só depois vem o STF, com 41%. Surpreende também o fato da Presidência da República (34%) vir em terceiro lugar. E, em quarto, mas com uma porcentagem bem menor, está o Congresso Nacional (19%).

Entretanto, 83% dos brasileiros compreendem a importância do Judiciário para a democracia.

Para 60% dos entrevistados, há, sim, interferência entre os três Poderes: 34% avaliam que frequentemente um interfere no outro e 26% opinam que os Poderes não são independentes, havendo total interferência entre eles.

A Justiça Federal é considerada eficiente por 47%. A Estadual? Por apenas 8%.

Problemas mais percebidos? “A Justiça é lenta” (93%); “Os altos salários do Judiciário são incompatíveis com a realidade brasileira” (89%); “A Polícia prende e a Justiça solta” (89%) e “A linguagem jurídica é pouco compreensível” (87%).

Foram ouvidos 50 grupos em todas as regiões do Brasil. Entre os entrevistados haviam também especialistas, advogados, defensores públicos e formadores de opinião.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.