Sonho meu

Sonia Racy

01 de agosto de 2012 | 01h04

Kakay lança proposta: a de que Cezar Peluso não antecipe o voto no mensalão por causa de sua saída obrigatória do STF, dia 3 de setembro. “Ele pode ser o último a votar. Caso os trabalhos atrasem, aí se quebraria o cronograma e ele votaria em tempo hábil”, defende o advogado.

Tendências: