Sondando

Sonia Racy

06 de agosto de 2015 | 01h20

Michel Temer, que cumpriu ontem intensa agenda com líderes partidários, recebeu quatro ministros e fez apelo geral para se “pensar no País acima dos partidos”, tem circulado também nos bastidores da iniciativa privada.

Com a palavra impeachment pairando sobre o Congresso, ele tem mandado sinais de fumaça a reconhecidos formuladores da área econômica na tentativa de… trocar ideias.

Vale lembrar que, no fim de julho, o vice-presidente afirmou em NY que, caso fosse candidato à Presidência em 2018 e vencesse a disputa, Joaquim Levy seria mantido na Fazenda. O que deixa clara a sua linha na política econômica.