Sondada, Marta avisa que não quer disputar a Prefeitura

Sonia Racy

04 de setembro de 2019 | 00h50


MARTA SUPLICY. FOTO: ALEX SILVA/ESTADÃO

Não, obrigada

Fora dos holofotes desde que deixou o MDB no ano passado, Marta Suplicy vem sendo sondada por diversos partidos para disputar a Prefeitura de SP ano que vem.

“Tenho conversado com todos os partidos. Vou ajudar no que puder, mas não tenho vontade de disputar nada”, disse a ex-senadora à coluna.

Não, obrigada 2

Marta não poupou elogios a Bruno Covas – que, segundo ela, está fazendo “coisas bem interessantes” na cultura. “É uma área que prezo muito como ex-ministra. Ele mudou. Começou a ter um caminho mais próprio. Pode ser um eventual candidato.”

Plano B

Mesmo afastada da política, a ex-senadora participou na segunda do ato público inaugural do grupo Direitos Já! Fórum Pela Democracia, que reuniu 16 partidos no Tuca.

Sobre o movimento suprapartidário de oposição a Bolsonaro, Marta disse que trabalha por uma alternativa eleitoral para 2022. “Não estou pensando em candidatura própria. Mas a única chance que temos é nos unirmos em torno de uma candidatura de centro ou centro esquerda. Quem tiver mais força de barrar esse retrocesso civilizatório eu vou apoiar.”

Planos C e D

Insatisfeitos com Bolsonaro, líderes do Centrão também já discutem uma alternativa “de centro” para 2022. Mas ela não vem de fora da política, como desejam aliados de Luciano Huck e de alguns grupos de renovação.

“Na nossa turma que atua no Congresso (o Centrão) temos dois possíveis candidatos: o (João) Doria e o Rodrigo Maia, que tem mais a nossa confiança. Tem que partir desses dois nomes a construção de uma candidatura presidencial”, disse à coluna o deputado Paulinho da Força, do Solidariedade.

O deputado sindicalista deu um conselho aos petistas: “O PT tem que dar um tempo para refrescar. Não deveria ter uma candidatura própria”.

Vai dar tempo?

Tasso Jereissati garantia, ontem, estar disposto a avaliar as 200 emendas à reforma da Previdência, incluindo a PEC paralela,  que ainda faltavam, para apresentar seu parecer na sessão de hoje da CCJ do Senado.

Para ajudar, a presidente da comissão, Simone Tebet, prometeu reduzir o tempo de leitura das emendas em separado.

Livros na mira

Terminam amanhã as inscrições para editoras, livrarias e feiras literárias garantirem suas tendas no 1.º Festival Mario de Andrade. O evento acontece dias 5 e 6 de outubro, na Biblioteca Municipal de São Paulo.

Balé do bem

Semana que vem tem Ballet de Paraisópolis no Plaza Hotel, em Nova York. Onze alunos farão participação especial no jantar beneficente que a BrazilFoundation patrocina, pela 17ª edição do Gala New York. A noite levantará fundos para projeto que atende a 200 crianças.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: