Som na caixa

Som na caixa

Sonia Racy

23 de fevereiro de 2014 | 01h15

Foto: Iara Morselli/Estadão

Sócio-fundador da agência de eventos Haute, Bruno Dias é dono de um mailing poderoso. “Sou formado em Administração e só fazia festa como hobby. Até que virou negócio, e as marcas passaram a nos procurar pelo tipo de público que atraímos”, explica. Em cinco anos, ele e os três sócios passaram a assinar mais de 15 selos de festas em SP e cuidam, com parceiros, do calendário ‘fervido’ de fim de ano de Trancoso. “Sempre tiro férias depois da Bahia, porque administramos oito festas em seis dias. Fico exausto”, entrega. Para a Copa do Mundo? “Teremos mais uma Mansão da Copa”, avisa. O evento foi sucesso de público, ano passado, na Copa das Confederações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.