Socialistas moderados da América Latina desafiam o Foro de São Paulo

Sonia Racy

05 de novembro de 2015 | 12h46

O Foro de São Paulo já não está tão sozinho nas campanhas da esquerda latino-americana.  Versão bem menos radical que ele, a Coordenação Socialista Latino-Americana reúne hoje no Rio líderes da esquerda de vários países do continente, para debater “Os problemas dos governos de esquerda da América Latina”. Tudo organizado pelo PSB.

Bolivarianistas, pelo visto, não são benvindos ao salão. Em sua fala, no final da manhã, o líder do PSB Renato Casagrande disse que “não há socialismo sem, transparência e liberdade”. Para ele, “projetos importantes (no continente) fracassaram porque não observaram esses princípios”.