Só a Schindler

Redação

06 Fevereiro 2010 | 06h00

Grupo da FGV Direito do Rio ficou preso no elevador de Congonhas, na quarta. De lá, ligaram para a Infraero, onde não havia ninguém de plantão. Salvação? Um dos presentes tinha o telefone de Nelson Jobim.

A turma conseguiu falar com o ministro mas… não conseguiu sair do elevador.