Silêncio surdo 

Sonia Racy

08 Julho 2016 | 01h20

Na reunião fechada, ontem na hora do almoço, entre Temer, Eliseu Padilha, Henrique Meirelles e Diogo Oliveira, percebeu-se uma certa tensão – mesmo todos presentes sabendo qual seria o destino, logo mais, de Cunha.
Entretanto, consta que o quarteto se absteve de comentários, concentrando no fechamento das medidas econômicas.