Silêncio dos inocentes

Sonia Racy

18 de janeiro de 2011 | 23h02

Para quem estranha o silêncio de Andrea Matarazzo sobre o caso Cine Belas Artes, a explicação: é que ele emprega na Secretaria de Cultura uma parte interessada.

André Sturm, dono das salas, é coordenador de Difusão Cultural.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.