Setor de serviços se expande para 32 mil empresas em 10 anos

Sonia Racy

06 de janeiro de 2019 | 00h55

O Brasil atravessou, na última década, “uma revolução” no setor de serviços. Para dar apenas dois exemplos, o Home Care, voltado aos cuidados de pessoas necessitadas, saltou de algumas dezenas, em 2008, para 19 mil empresas. O setor da tatuagem disparou de poucas para 3.200.

Os dados são do Empresômetro, que analisa os empreendimentos nessa área. “Somando todas as atividades, ela tem hoje 32 mil empresas funcionando”, diz o seu diretor, Otávio Amaral.

Leia mais notas da coluna:
PT se organiza para formar bloco com PSB no Senado
Sá Leitão passa ao sucessor contas da Lei Rouanet já checadas

Mais conteúdo sobre:

Brasil [América do Sul]Serviços