Sergio Coimbra lança exposição de fotos usando alimentos para produzir explosões de cores

Sergio Coimbra lança exposição de fotos usando alimentos para produzir explosões de cores

Sonia Racy

31 de março de 2019 | 00h55

SERGIO COIMBRA FOTO: IARA MORSELLI/ESTADÃO

Uma “internação” de 15 dias na cozinha do chef Massimiliano Alajmo, em Pádua, Itália, foi o tempo necessário para que Sergio Coimbra criasse sua nova série de fotografias Supernova Sergio Coimbra. A partir de ingredientes encontrados na cozinha do italiano, o fotógrafo aplicou uma técnica que chamou de spin para criar as imagens ultracoloridas que lembram o fenômeno cósmico que dá origem ao nome de sua série. “Foi muito orgânico. Eu escolhia os ingredientes da cozinha aleatoriamente”, explica Sergio. Tendo trabalhado durante muitos anos na Companhia Cacique de Café Solúvel, empresa de sua família, ele trocou há anos o escritório pela fotografia. “Eu trato os pratos criados pelos chefs como obras de arte. É isso que eles são”, diz ele. Os 13 trabalhos criados nesse processo ficam em exposição na ArtEEdições Galeria até 28 de junho.

Tendências: