Serão

Sonia Racy

16 de abril de 2013 | 01h20

Funcionários do setor que confecciona os acórdãos do STF fazem hora extra para terminar o resumo do julgamento do mensalão. “A pressão sobrou até para nós”, desabafou um deles na manhã de ontem.

Maior dificuldade? Reformatar a papelada enviada por alguns ministros.  Joaquim Barbosa quer que seja dividida por réus e crimes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: