Sepultada a Operação Castelo de Areia

Sonia Racy

14 de abril de 2015 | 17h21

A Operação Castelo de Areia está definitivamente sepultada. O STF acaba de negar o último recurso impetrado pelo Ministério Público por quatro a zero. Em fevereiro, o ministro Luís Roberto Barroso já havia negado outros dois que poderiam reabrir a operação que investigou um esquema de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, crimes financeiros e repasses ilícitos para políticos envolvendo executivos da empreiteira Camargo Corrêa, entre 2009 e 2011.

A decisão confirma entendimento do Superior Tribunal de Justiça, que em 2011, anulou todas as provas produzidas por escutas telefônicas. Na ocasião, a 6ª Turma do STJ considerou os grampos ilegais, porque foram autorizados a partir de uma denúncia anônima. O Ministério Público Federal tentava derrubar no STF a anulação das provas.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: