Sempre que choveu… parou

Sonia Racy

02 de dezembro de 2010 | 23h11

Maria Claudia Amaro, presidente do conselho da TAM, avalia que o problema do último fim de semana foi resolvido rapidamente e com eficiência. E não acredita que possa se repetir. “Aumentamos o número de tripulações-reserva para fazer frente a situações meteorológicas adversas”, explicou anteontem à coluna, no mesmo dia em que a Anac liberou a aérea para retomada de venda de passagens.

E frisa: “Mesmo com o que aconteceu, a TAM permaneceu no ranking de novembro como a empresa de maior índice de pontualidade”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.