Sem Skaf em 2020, MDB ‘abre portas’ para Andrea Matarazzo

Sem Skaf em 2020, MDB ‘abre portas’ para Andrea Matarazzo

Sonia Racy

17 de fevereiro de 2019 | 00h50

 

ANDREA MATARAZZO. FOTO ESTADÃO

Ao que se apurou, Paulo Skaf já fez saber a deputados do MDB que não tem interesse em disputar a Prefeitura paulistana em 2020. O que, segundo um deles, deixa caminho aberto para que Andrea Matarazzo, caso queira, use a sigla para se candidatar.

Ocorre que Gilberto Kassab já admitiu, também, que Andrea — filiado ao seu PSD – deve ser o nome do partido para a disputa. Para o MDB, isso não atrapalha: o ex-tucano poderia ser apoiado mesmo em outra legenda.

EX-TUCANO
NÃO COMENTA

Procurado, Matarazzo deixou claro à coluna que vai, sim, ser candidato à sucessão de Bruno Covas. Mas prefere não comentar as avaliações internas dos partidos.

Leia mais notas da coluna:
Militares querem convencer Bolsonaro da necessidade de ‘neutralizar’ filhos
+ Diretor homenageia Mario Cravo Neto em festival

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: