Sem segredos

Sonia Racy

25 de junho de 2010 | 08h04

Nem a boa relação entre Brasil e Irã serviu para amolecer o coração de Ahmadinejad quando o assunto é censura. A embaixada brasileira em Teerã está com seus telefones todos grampeados.

Coincidência ou não, assim que Lula terminou visita no país persa, em maio, telefones de jornalistas brasileiros pararam de fazer ligações dentro da capital iraniana. Sendo permitidas apenas chamadas para o Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.