Sem parâmetros

Sonia Racy

14 de novembro de 2014 | 01h12

Clima de alta confusão, ontem, no mercado financeiro, em reação a boatos de todos os tipos sobre o futuro do Ministério da Fazenda.

Como os players perdem a majestade mas não o humor, circulavam, entre outras, ironias sobre a frequência com que Aloizio Mercadante tem se pronunciado a respeito da economia: “Ele está falando por Dilma, por si mesmo ou… falando sozinho?”, pergunta um banqueiro.12

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.